Ir direto para o Conteúdo

Beto Colombo

Artigos

Apostar na Existência de Deus ou não?

Deixe um comentário
Apostar na Existência de Deus ou não?

Querido leitor, que você esteja em paz. Quem ou o que é Deus? Há conceitos e explicações das mais diversas e, é claro, a filosofia e também seus filósofos, tentaram e ainda tentam desmistificar geralmente pela razão. Para tanto hoje, então, trago Blaise Pascal,  filósofo, teólogo e matemático francês,  nascido em Clemont no ano de 1623, que certa vez comentou: "O coração tem suas razões que a própria razão desconhece”.

Em seu livro Pensamentos, Blaise Pascal escreve que a imaginação dispõe de tudo, ela produz beleza, justiça e felicidade. Mas como a imaginação, em geral, leva ao equívoco, então a beleza, a justiça e a felicidade que ela produz normalmente são falsas.

Por intermédio desse escrito,  um de seus objetivos era mostrar aos Libertins que a vida de prazer que haviam escolhido não era o que eles imaginavam. Embora acreditassem que tinham eleito o caminho pela razão, eles teriam sido, de fato, iludidos pelo poder da imaginação.

Para os Libertins retornarem à igreja, Pascal criou um argumento conhecido como aposta de Pascal. Aqui ele admitia que não era possível dar bons fundamentos racionais para a crença religiosa, como queriam os Libertins, porém, Pascal tentou oferecer bons fundamentos racionais para se querer ter tais crenças. E quais eram esses fundamentos? Consistiam em comparar os possíveis ganhos e perdas ao se fazer uma aposta na existência de Deus.

O filósofo argumentou  que, ao apostar que Deus não existe, há a possibilidade de perder muito - a felicidade infinita no céu - ou ganhar pouco - um sentido finito de independência neste mundo. Já a aposta de que Deus existe traz o risco de perder pouco ou a chance de ganhar muito. Assim, seria mais racional, sob esse aspecto, acreditar em Deus. Naquele mundo racional me parece ser um bom argumento, o que você pensa sobre isso?

Se por esse motivo ou não, o certo é que alguns libertins, tempos depois, começaram uma jornada lenta de retorno a Igreja metodista no qual Blaise Pascal era teólogo e um dos fundadores. Assim como Pascal, muitos outros filósofos racionalistas tentaram provar a existência de Deus pela razão.

Então Deus é razão ou é sentimento? Deus é verbo ou substantivo?

Lembrando que isso era assim para Blaise Pascal.

Artigo veiculado na Rádio Som Maior FM no dia 01/11/2013

 

Voltar para Café com Mistura

Deixe um comentário

Anjo Tintas e Solventes

Beto Colombo ©. Todos os direitos reservados

Desenvolvimento Burn web.studio
Carregando Dados...