Ir direto para o Conteúdo

Beto Colombo

Artigos

Bons Exemplos

Deixe um comentário
Há filósofos que nos dizem que o meio transforma as pessoas. Outros alegam que são as pessoas que transformam o meio. Quem está correto?

Alguns exemplos:

Na Suécia, na Volvo ou em qualquer outra grande empresa, quando um funcionário chega cedo à empresa, ele estaciona seu carro no local mais distante, pois sabe que tem tempo para chegar ao local de trabalho, deixando a vaga mais próxima para o colega que porventura se atrasar. E nós?

Nos EUA, quando você não quer mais seu calçado, por exemplo, você embrulha, fixa uma etiqueta com o número, e o coloca no muro em frente da casa. Nessa minha viagem a Califórnia conheci diversas feiras de doações de coisas de casa, calçados, roupas por preços simbólicos, outros free, grátis.

Na Suíça, e também em praticamente toda a Europa, você compra o tíquete para andar de trem nas máquinas eletrônicas, mas não há uma fiscalização conferindo se você está ou não com o tíquete, e os europeus pagam religiosamente para não pagar imposto sobre a consciência.

Enfim, exemplos como estes são muitos.

E por aqui, em nosso país, quando vamos chegar a esse nível de civilidade?

No passado, alguns de nossos meios de comunicação propagam a lei do jeitinho brasileiro, aquela do Gerson, segundo a qual devemos levar vantagem em tudo. Talvez se não pararmos de fazer apologia à lei do menor esforço e de aplaudir a figura do malandro que sempre se dá bem, não cresceremos, continuaremos a nos comportar como moleques mal-educados.

A boa notícia é que existe um movimento contrário, por exemplo, alguns hotéis, em vez de conferirem o consumo do frigobar nos apartamentos, estão confiando na palavra dos hóspedes e o índice de veracidade na informação ultrapassa a casa dos 90%. E muitos outros exemplos positivos tenho visto Brasil afora.

Talvez se fizermos o dever de casa provavelmente a geração futura será melhor do que a nossa e assim, nossos filhos poderão ser os protagonistas de um mundo realmente melhor. Que planeta deixaremos para nossos filhos, é uma pergunta. Mas que filhos deixaremos para o planeta? Talvez seja essa a questão correta.

É assim como o mundo me parece hoje. E você, o que pensa sobre isso?
_____________________________________________________________________________________________________________________
Artigo veiculado na Rádio Som Maior Premium no dia 25/05/2011 e publicado no Jornal A Tribuna no dia 26/05/2011.
Leia artigos inéditos neste espaço a partir de março de 2012.
Voltar para Café com Mistura

3 Comentários para "Bons Exemplos"

  • DALVA REGINA - 08/01/2012

    Adorei esses bons exemplos, mas os brasileiros nao estao preparados para seguir, acho isso muito individual, quer dizer um ou outro talvez seguiria.

  • Cinthia - 25/05/2011

    Todos os dias eu decido viver! Obrigado por suas mensagens minhas companheiras........ Um grande abraço! Cinthia

  • Filipe R. Colombo - 25/05/2011

    O que sucede quando se colocam pessoas boas num lugar de mal? Será que a humanidade ganhará ao mal ou será que o mal triunfará? Estas são algumas das questões que colocámos nesta dramática simulação da vida prisional conduzida no verão de 1971 na Universidade de Stanford.

    Esta experiência corrobora com sua percepção de que o Meio pode transformar as algumas pessoas em algumas situações.

    Para mais informações sobre a pesquisa entre neste link: http://www.prisonexp.org/portugues/

Deixe um comentário

Anjo Tintas e Solventes

Beto Colombo ©. Todos os direitos reservados

Desenvolvimento Burn web.studio
Carregando Dados...