Ir direto para o Conteúdo

Beto Colombo

Artigos

Como o Mundo me Parece

Deixe um comentário
A partir de hoje vou falar diariamente na Som Maior Premium e postar aqui no site sobre diversos assuntos. É importante que você saiba que o que eu vou dizer é o meu jeito de ver as coisas, enfim, é assim para mim. Não desejo passar receitas de sucesso e muito menos aconselhar pessoas, apenas vou falar de como vejo o mundo a partir das minhas experiências, e naquilo no qual acredito.

Shopenhauer, filósofo alemão, disse que cada pessoa considera os acontecimentos, as perdas, a velhice, os medos, etc. a partir dela mesma. Protágoras também deixou uma célebre frase: "O homem é a medida de todas as coisas das que são enquanto são e das que não são enquanto não são", ou seja: Nós medimos as coisas a partir de nossos sentimentos, de nossos conhecimentos, dos nossos acervos agendados, enfim, de nossas volições e coisas associadas.

Na prática, isso quer dizer que:

- Quando você recebeu um “não” naquela entrevista de emprego e a entrevistadora disse que você não tinha competência para o cargo sem antes aplicar um teste; isso é assim para ela. 

- Quando aquele olheiro disse que você não tem futuro no futebol, quando aquela mãe resolveu apoiar dois filhos e crucificar um terceiro. 

- Quando alguém resolve te aplaudir ou atirar pedras, isso necessariamente tem a ver com você. Apenas é a representação que aquela pessoa está fazendo de você a partir de vivências que teve.

Se muitas pessoas entendessem isso, aquela jovem não ficaria chorando em seu quarto porque seu namorado a “trocou” por outra. Aquele jovem não ficaria deprimido porque seu pai escolheu seu irmão para seu sucessor, ele saberia que aquilo é assim para seu pai. É assim que seu pai vê as coisas,  a partir dele, da representação dele e, como sabemos, representações não são boas ou más, certas ou erradas, apenas são.

É assim como o mundo me parece hoje. E você, o que pensa sobre singularidade?
____________________________________________________________________________________________________________________________
Artigo veiculado na Rádio Som Maior Premium no dia 16/05/2011 e publicado no Jornal A Tribuna no dia 17/05/2011
Voltar para Café com Mistura

4 Comentários para "Como o Mundo me Parece"

  • Maria Zelia Cavalcante de OLiveira - 30/04/2012

    Beto, que coisa linda, a forma como você escreve. Na realidade é muito bom escrevermos a partir de nossas próprias experiências, ainda que esteja fundamentada ou não em teórias de outros intelectuais do mundo filósofico, histórico e científico.

  • Leonardo - 16/05/2011

    Ótima mensagem, bom para lembrar que antes de esperar que outros nos dêem valor nós mesmos precisamos nos valorizar.

  • vania burigo - 16/05/2011

    Beto,
    Concordo contigo.
    Com um pouco de equilibrio interior é possível não se deixar impressionar por críticas ou elogios.
    Difícil mesmo é enxegar os outros como realmente são, apesar de nossas idiossincrasias.

    Vania

  • Manoel Mendes - 16/05/2011

    Salve Beto.
    Fico muito contente de tu te oportunizares, de saires a zona de conforto e estar aqui na NET, no rádio e no jornal falando e escrevendo sobre questões consequentes da vida.
    Muito agradecido!
    O teu sucesso é o meu sucesso.
    Cada vez mais cada vez juntos!

    Mhanoel

Deixe um comentário

Anjo Tintas e Solventes

Beto Colombo ©. Todos os direitos reservados

Desenvolvimento Burn web.studio
Carregando Dados...