Ir direto para o Conteúdo

Beto Colombo

Artigos

Direito ao Delírio

Deixe um comentário
Direito ao Delírio

Querido leitor, paz! Hoje vamos refletir sobre um artigo do uruguaio, Eduardo Galeano. Intitulado “Direito ao Delírio”, foi escrito na virada do milênio, do século XX para o XXI e focava esperanças para o novo milênio que se apresentava.

Existem coisas que são irretocadas. Este artigo é uma delas. Não vou apresentá-lo na íntegra, mas vou resumi-lo, tomando o cuidado de manter a sua originalidade. Ele diz assim:
“Nasce o novo milênio. Nada de levar a questão muito a sério. Embora não possamos adivinhar o tempo que vai ser, nós temos pelo menos o direito de imaginar o que nós queremos.

Em 1948 e 1976, as Nações Unidas proclamaram extensas listas de direitos humanos, mas a grande maioria da humanidade só tem o direito de ver e não ouvir. Então, que tal começarmos a exercer o direito de sonhar? Que tal nos delirarmos um pouquinho?

No próximo milênio o ar estará limpo de todo veneno. O televisor deixará de ser o membro mais importante da família. As pessoas trabalharão para viver, em vez de viver para trabalhar.

Os economistas não chamarão nível de vida o nível de consumo, nem chamarão qualidade de vida a quantidade de coisas. Ninguém será considerado herói ou tolo só porque faz aquilo que acredita ser justo, em vez de fazer aquilo que mais lhe convém.

A comida não será uma mercadoria, nem a comunicação um negócio, porque comida e comunicação são direitos humanos. A educação não será um privilégio apenas de quem possa pagá-la. A polícia não será a maldição daqueles que não podem comprá-la. A justiça e a liberdade, irmãs siamesas condenadas a viverem separadas, voltarão a juntar-se, bem unidas ombro com ombro. E os desertos do mundo e os desertos da alma serão reflorestados”.

Sonhar, delirar, ter devaneios. Por que não, se em algumas ocasiões o sonho é o prenúncio da realidade?

É assim como Eduardo Galeano sonhava este novo milênio. E você, como sonha este novo tempo?

Beto Colombo

Voltar para Café com Mistura

1 Comentários para "Direito ao Delírio"

  • Tiago Duminelli - 24/02/2014

    Bem que poderia ser assim vamos delirar e sonhar nunca deixe de sonhar este é um bem precioso.

Deixe um comentário

Anjo Tintas e Solventes

Beto Colombo ©. Todos os direitos reservados

Desenvolvimento Burn web.studio
Carregando Dados...