Ir direto para o Conteúdo

Beto Colombo

Artigos

Estás Demitido

Deixe um comentário

Ouça o audio deste artigo

Estás Demitido

Querido leitor, aceite o meu fraternal abraço. Hoje, nesse comentário, vamos refletir sobre demissão no trabalho. 

Na Anjo, empresa quer presido há 26 anos, temos um programa de capacitação que antes chamávamos de Plano de Capacitação, hoje renomeamos para Escola de LíderAnjo. Esse programa faz parte do plano de carreira e é também na Escola de Líderes que observamos a atitude de alguns futuros dirigentes de nossa empresa. 

Por avaliar oportuno, vou relatar para você um episódio ocorrido na primeira vez que apresentei, em um dos encontros iniciais da Escola de LíderAnjo com o tema: Como fazer e como funciona um planejamento estratégico. 

Na “Tarefa 1”, a turma foi dividida em quatro grupos e cada grupo precisava constituir uma empresa e definir o negócio, a missão, a visão, pontos fortes, pontos fracos, oportunidades, ameaças, escopo competitivo, orçamento do ano e assim por diante. Até aqui tudo perfeito, entenderam o trabalho apresentaram e foi muito proveitoso e profundo. 

Ato contínuo, entramos na “Tarefa 2”. Aqui, mostrei alguns jornais com manchetes sobre a recessão na Europa, nos Estados Unidos e afirmei que, provavelmente, nossas empresas seriam também atingidas e que cada presidente de empresa, eleito pelos participantes, precisava cortar despesas, custos, enfim, necessitava economizar R$ 2 milhões nos próximos 12 meses. Eles voltaram aos trabalhos e no momento seguinte chamei, então, o primeiro líder-presidente que, no caso, a empresa montada era parecida com a nossa, e pedi para ele apresentar seu plano de corte. Disse que começava com o corte de 75 pessoas, dentre elas, alguns diretores, gerentes, técnicos, etc, só ali já economizaria R$ 1 milhão e o restante seria cortado do marketing, cancelaria os projetos sociais, programas de treinamentos, tudo bem justificado. 

Demonstrando que entendi seu projeto, lembro-me que olhei para o lado para todos do seu grupo e então pedi que ele demitisse um dos seus membros. Quando ele apontou para fulano, estrategicamente, mas sem combinar com ninguém, pedi que o demitido pegasse seus pertences e se retirasse da sala imediatamente, pois foi excluído do treinamento e que no dia seguinte não viesse trabalhar, já que, verdadeiramente, estaria demitido de sua função na empresa. 

Num primeiro momento, os participantes pensaram que se tratava de uma brincadeira, mas depois perceberam que eu estava falando sério. Foi um silêncio sepulcral. Houve aqueles que choraram, outros protestaram, pois pensaram que se tratava apenas de uma simulação. 

Depois que o colega saiu, ligou o carro e foi embora, então começou a segunda parte do encontro. A minha fala foi mais ou menos assim: 

- Agora, por aproximação, vocês podem ter uma ideia do que é ser verdadeiramente ser demitido. Ser demitido sem motivo, sem a pessoa mostrar deficiência ou incompetência profissional, simplesmente porque eu mostrei uma recessão na Europa e nos E.U.A. Só porque alguns economistas fizeram previsões nos jornais e meteram medo em vocês, em nós? O silêncio falava alto naquele ambiente. 

Meu pedido naquele momento, naquele nascedouro de futuros líderes, foi para que quando estiverem numa posição de liderança nunca, mas nunca demitam pessoas como primeira opção de redução de custos, pois é muito fácil demitir 75 colegas como se fossem apenas números em uma planilha sem ter de olhar cara a cara para a pessoa demitida. Às vezes, os empreendimentos demoram anos descobrindo e capacitando talentos e na primeira crise se esquece disso e colocamos como primeira opção a demissão. 

Antes de encerrar veio a segunda pergunta: se eles acreditavam ou não no planejamento que acabaram de apresentar. E se acreditavam, por favor, aprendam e pratiquem que num momento de aperto de caixa de redução de custos os seres humanos vêm em último lugar. 

É assim como o mundo me parece hoje. E você, como se sentiria se fosse demitido?
_________________________________________________
Artigo veiculado na Rádio Som Maior FM no dia 29/05/2012 e no Jornal A Tribuna no dia 30/05/2012.

Voltar para Café com Mistura

8 Comentários para "Estás Demitido"

  • Jairo - 31/05/2012

    Olá Beto
    Lembro-me de quando estudávamos na Unisul você comentou que havia feito um plano de incentivo aos funcionários para que continuassem os estudos e que já havia chegado ao nível de um simples recebedor de mercadorias ou operador de balança ter faculdade, e este agora estava cobrando oportunidade melhor dentro da empresa. Pois bem, o que quero dizer é que imagino ser este o melhor preparo de uma organização para enfrentar as crises que ela mesma consegue prever- capacitação. Essa "moeda" vai continuar valendo cada vez mais.....
    Abraço

  • Aldo Cardoso - 30/05/2012

    Seu artigo é bastante elucidativo da lógica que rege esse capitalismo, não por acaso, dito selvagem.
    Deveria ser lido e refletido por todos/as que têm trabalhadores/as sob o seu comando.

  • Ulcinei - 30/05/2012

    Eu concordo com a sua opnião, temos que dar mais valor ao ser humano. Nem sempre o que mais lhe convem é o que deve ser feito.Não devemos agir pelo impulso, e sim estudar uma solução apropriada para o problema e suas consequencias quando tomalas.

  • ADILSON - 29/05/2012

    Grande Beto!
    Um excelente aprendizado para os lideres de sua empresa. ..... E uma linda licao para muitos empresarios.
    Grande abraco.

  • Ivânia - 29/05/2012

    Betinho, em algumas empresas sim, e necessário corte de empregados, os vadios, que não trabalham so ficam puxando no saco e ainda ganham promoção.

  • zelio casagrande - 29/05/2012

    Nas horas difíceis, fácil é demitir. A verdadeira mudança se apóia na criatividade, talentos preservados e exaustiva negociação(férias coletivas, redução de jornada, mas nenhuma demissão). Onde encontrar gente treinada que veste a camisa,quando a economia voltar a crescer? Que dilema hem meu caro?!

  • Cesar Paludo - 29/05/2012

    Perfeito o teu ensinamento. Modestamente acrescento que demitir funcionário, além dos aspectos referidos pelo amigo, é burrice, pois junto com o demitido tembém irão embora experiências, espírito de equipe, capcitação profissional, etc...Ao contratar uma nosa pessoa todo esses investimentos terão que ser refeitos.
    Forte abraço,

  • ivo - 29/05/2012

    Querido Beto!
    esse seu escrito foi mesmo significativo. Vou enviar para os meus sócios. Servirá como lição para nós. O desafio e termos uma grande ideia num momento de grade dificuldade. Obrigado por escrever!

Deixe um comentário

Anjo Tintas e Solventes

Beto Colombo ©. Todos os direitos reservados

Desenvolvimento Burn web.studio
Carregando Dados...