Ir direto para o Conteúdo

Beto Colombo

Artigos

Esvaziar a Mente

Deixe um comentário
Esvaziar a Mente
Querido leitor, que você esteja bem. Hoje vamos refletir um pouco sobre esvaziar a mente. Tenho pensado muito sobre um assunto que a meu ver é interessante e extremamente importante em nossas vidas, na vida de cada um. E o foco do meu pensamento, até bastante prazeroso, é o de se esvaziar.

Lembro que fiz o Caminho de Santiago duas vezes e dele tirei uma conclusão que trago até hoje, que é o de esvaziar a mochila, de deixá-la mais leve. Daqui a pouco a mochila está tão pesada que a vida, que é o que deve ser vivida, não pode seguir seu fluxo porque tem muito peso, muitos compromissos, muitas responsabilidades.

É comum eu receber solicitações para encontros, para programas, para festas, para reuniões, para trabalho, para sociedade, enfim, como ser humano aberto ao contato com as pessoas, recebo muitos convites. Se eu aceitasse pelo menos metade deles, necessitaria de 48 horas no dia, 14 dias na semana, 60 dias no mês, 730 dias no ano. Talvez até mais.

Além da mochila pesada, e isso a gente sente no corpo, ainda temos o cérebro cheio de coisas: de ideias, de agendas, de compromissos... Nosso cérebro, muitas vezes, é comparado a uma biruta de aeroporto. Gira para todos os lados e não sai do lugar. Esvaziar a mochila é fácil, é visível. Mas como esvaziar o cérebro, a mente?

Em conversas com amigos e especialistas, uma das fontes é a meditação. Pelo que sei, há várias formas de meditação, desde as sentadas, as deitadas até as caminhando. E foi aqui nela que me encontrei.

Mas meu foco no tema de me esvaziar surgiu quando Thereza Carlota, uma amiga de 68 anos que fez o Caminho da Ilha comigo. Ela, quando se esvaziou para o novo, é que sentiu o que é a meditação e, a partir daí, passou a dar valor.

Não tem como não citar o diálogo do aprendiz com o mestre:

- Mestre, o que devo fazer para meditar? - perguntou o aprendiz.

Diante da pergunta, o Mestre respondeu:

- Sente e medite!

Não tem outra forma de fazer, senão fazer.

Sentado, deitado ou caminhando, não importa. Talvez devesse encontrar o seu jeito, a sua forma. Há aqueles que meditam observando pássaros. Você quer tentar? Então pare, escute-se e não pense. Pelo menos por alguns instantes durante o dia. No começo é difícil, depois a prática ensinará.

É assim como o mundo me parece hoje. E você, o que pensa de esvaziar a mente?
______________________________________________________
Artigo veiculado na Rádio Som Maior Premium no dia 22/11/2012 e publicado no Jornal A Tribuna no dia 23/11/2012
Voltar para Café com Mistura

3 Comentários para "Esvaziar a Mente"

  • tiago duminelli - 22/11/2012

    Uma boa dica para um dia novo. Eu quando posso faço isso pela manha vou trabalhar as 7 horas, e qdo nao estou muito cansado acordo as 5 e meia para uma meia hora de meditação e agradecimento pelo o que tenho, e pelo o que conquistarei, é um otimo exercicio para começar um belo dia.

  • Ivanete March - 22/11/2012

    Bom dia!! Sem dúvida, muito importantíssimo nos dias de hoje! Muito mesmo! Até estou tentando meditar agora... (fechar os olhos e tentando, tentando reorganizar o cérebro, ouvindo um cântico de um pássaro...nossa!), poder distinguir o que é prioridade em sua vida e o restante...simplismente "esvaziar a mente"...embora reconhecemos que não é tão simples nessa atualidade..."todos" querem fazer tudo e acabam por não fazer nada por completo. Aí onde entra o que foi falado no artigo anterior; o estrese virtual, do trabalho, das preocupações, compromissos...do corre corre do dia-a-dia. E só retornando a ocupar-se menos. O que nem sempre é fácil, quando ao exemplo do amigo Julio e da maioria da população. Por isso corre-se, não é? Porém não dá pra correr o tempo todo e correr tanto...pra quê? Tive uma experiência muito grande na minha vida...
    Mas, é extremamente importante parar um pouco, um pouco a mais. Senão é a vida que pára mesmo!
    Grandíssimo abraço!

  • Julio Bastos - 14/10/2011

    Lembrarei disso! Meditarei bastante, e assim esquecerei que meu salário é de 950,00R$ e que esse mês não posso pagar a os remédios da minha mãe doente que mora comigo! Muio obrigado pela dica.

Deixe um comentário

Anjo Tintas e Solventes

Beto Colombo ©. Todos os direitos reservados

Desenvolvimento Burn web.studio
Carregando Dados...