Ir direto para o Conteúdo

Beto Colombo

Artigos

Querido leitor, que você esteja bem. Hoje vamos falar de férias.

Gosto de tirar férias, mas constantemente sou repreendido por alguns conhecidos com perguntas do tipo “de férias outra vez?”, ou então “tu não trabalhas?”

Pois bem, gosto de tirar férias, mas amo meu trabalho. O momento em que mais tomo decisões, e decisões acertadas, é quando estou descansado.

Geralmente, tiro de 30 a 40 dias de férias por ano. De 24 de dezembro a 1º de fevereiro é o período principal, quando eu realmente descanso, desligo-me totalmente da empresa. E, no meio do ano, saio mais dez dias para fazer uma viagem, às vezes em busca de novas tecnologias, feiras; às vezes só como um passeio, porém, com uma decisão importante para tomar. Outro momento é o mês de outubro, quando me afasto uma semana para fazer meu check-up. Nem sempre fui empresário, porém, quando empregado, nunca abri mão de meus 30 dias de férias e às vezes fazia horas extras em troca de vésperas de feriados prolongados só para ter mais uns sete dias de descanso.

Você acha muito? É, muita gente acha!

Pois bem. Talvez nos pareça politicamente inteligente ser visto como alguém dinâmico, que nunca para para descansar, que nunca reserva um tempo para si. Porém, penso que um profissional bem descansado sempre faz mais do que alguém cansado, estressado.

Quantos de nós poderíamos citar nomes de pessoas que tiveram suas carreiras interrompidas, vítimas prematuras de um colapso cardíaco ou então de um A.V.C.?

Outra coisa que costumo fazer é tirar a cesta depois do almoço. Divido o meu dia em duas etapas: a manhã, depois do sono da noite, e a tarde, após o sono do meio-dia. À noite, costumo dormir oito horas, não importando o horário em que durmo. Se for à meia-noite, acordo às 8 horas; se for às 2 horas, acordo às 10, pois o sono para mim é reparador, me deixa ativo.

Domenico De Masi, no livro “O Ócio Criativo”, afirma que “o futuro pertence a quem souber libertar-se da ideia tradicional do trabalho como obrigação ou dever e for capaz de apostar numa mistura de atividade em que o trabalho se confundirá com o tempo livre, com o estudo e com o lazer. Enfim, o futuro é de quem exercitar o ócio criativo”.

Quanto a mim, há muito tempo o trabalho deixou de ser uma obrigação e passou a ser um prazer. Costumo dizer que tenho uma empresa para ter um meio de vida e não um meio de morte.

“De que vale ganhar o mundo e perder a própria vida”, pergunta-nos a Bíblia.

Além do mais, é possível que o sucesso de uma empresa não esteja nas operações cotidianas. Essas são realizadas por técnicos. “O lucro está na estratégia”. Precisamos ter tempo livre para pensar e planejar, para mim quem só trabalha não tem tempo para ganhar dinheiro.

Portanto, aqui vai uma dica: tire férias, mas férias de verdade, desligando-se realmente do trabalho.

É assim como  mundo me parece hoje. E você, o que pensa sobre férias.
______________________________________________________
Artigo veiculado na Rádio Som Maior Premium no dia 27/12/2011 e publicado no Jornal A Tribuna no dia 28/12/2011
Voltar para Café com Mistura

2 Comentários para "Férias"

  • jorge - 27/12/2011

    o bom das férias é voce detonar a vélha e chata rotina do dia à dia,desligar o despertador,esconder o uniforme de trabalho no armario,fazer e progamar pequenas tarefas de casa com calma,almoçar e jantar sem hora marcada e em lugares diferentes,muita praia,caminhar no final da tarde ,esticar a noite com muita conversa,gargalhadas com os amigos e parentes,aproveitar muito,e o mais importante é estar perto da esposa e filho curtindo juntos cada momento das férias.

  • ALBERTINA MANENTI SILVESTRINI - 27/12/2011

    Olá Beto, muito bom e oportuno este seu post, assino embaixo amigo, pois desenvolvo minhas atividades laborais em duas empresas diariamente das 7:00 às 19:00 horas, e felizmente consigo conciliar os 30 dias de férias anuais nos dois trabalhos. Sei o quanto é importante e saudável o referido descanso, principalmente para quem vive com muita pressa e compromissos mil, chega uma hora em que o corpo necessita de pausa, não falo daquela pausa pequenina que temos quando vamos a um passeio, uma caminhada, ou seja lá o que for... é uma pausa maior...vários dias sem compromissos fixos, sem horário, sem despertador, com tempo de sobra para ler um livro, assistir um filme, fazer palavras cruzadas, viajar para lugares novos, enfim curtir a vida e a família sem hora para nada, porque o descanso alem de fazer parte da saúde, fortalece os laços familiares. Para contribuir, várias publicações sobre saúde procuram alertar sobre os perigos que a falta de férias ocasiona, confirmam tudo aquilo que a grande maioria conhece, os excessos são causadores de doenças. Pesquisa publicada na revista psicossomática estudou 13 mil homens, durante 14 anos, constatou que férias anuais reduzem o risco de morte entre os homens de meia idade . Outro estudo de 20 anos, com 749 mulheres adultas, realizado pelo Centro de Controle de Doenças do EEUU, tambem descobriram forte relação entre a falta de ferias e maiores riscos de ataque cardíaco. Desejo boas ferias a todos e um feliz ano novo.
    Atenciosamente

    Albertina

Deixe um comentário

Anjo Tintas e Solventes

Beto Colombo ©. Todos os direitos reservados

Desenvolvimento Burn web.studio
Carregando Dados...