Ir direto para o Conteúdo

Beto Colombo

Artigos

Levando os Olhos para Passear

Deixe um comentário

Ouça o audio deste artigo

Levando os Olhos para Passear

Querido leitor, paz! Era sábado de manhã... Levantei cedinho e fiz um programa interessante: levei meus olhos para passear.

Na praça em frente de casa os ipês amarelos estavam floridos, embelezando o céu e criando um tapete para meus pés que tinham como testemunhas meus dois olhos.

Bem à minha direita, ao alcance e deleite dos olhos, um bem-te-vi me avistou e avisou todo o bando que, em coro, cantavam: “bem-te-vi”. Olhava aquela cena e refletia: se tivessem ido à escola e estudado português, falariam “bem-te-vimos”...

Vejo, agora, o joão de barro que cisca o chão em busca do material perfeito para a construção da nova casa. “Por que será que o João de Barro não entrou na casa vazia e resolveu fazer uma nova?”, pensei.

Continuo caminhando e sou testemunha ocular de que levei meus olhos para passear. O sentimento de inteireza toma conta de mim a ponto de sentir o cheiro de pão matinal que vinha da padaria. Além do pão, também senti o indescritível cheiro de café que vinha daquele lugar. Entrei. Pedi um expresso com leite, meu café preferido. Enquanto a atendente preparava o café, meus olhos faziam a festa, piscavam de alegria com bolos, pães com cores a “torto e a direito”.

Meus olhos correram tudo aquilo e paralisaram no pão de queijo, bem torradinho. Sentei a mesa e saboreei aquele lanche como se saboreia a vida.

Saí daquele lugar e continuei o passeio pelos bairros próximos, ocasião em que meus olhos se deleitaram com rosas vermelhas, azaleias, orquídeas; estas, as orquídeas, são minhas preferidas.

Olhando para aquele sábado de pães, café e flores, lembrei-me de duas coisas que faziam sentido naquele momento. Uma, foi do pensamento de Alberto Caeiro, que diz que o mundo é para ser visto e não para pensarmos nele. A outra vem do Livro Sagrado que fala da poesia da criação onde Javé, depois de cada dia de trabalho, contemplava sua Criação e via que tudo era muito bonito. E é mesmo, meus olhos me confirmam isso.


Isso é assim para mim hoje.

______________________________________________________
Artigo veiculado na Rádio Som Maior FM no dia 08/03/2013.

Voltar para Café com Mistura

5 Comentários para "Levando os Olhos para Passear"

  • Carla - 16/03/2013


    Ter a sensibilidade para ver a beleza nas coisas simples é estar em paz consigo e ter a presença do espirito santo em sua vida.A felicidade consiste em cada dia buscar um sentido p vida, aliás, o sentido da vida é a felicidade.
    Que Deus te ilumine sempre!!!









  • Lourdes rosso ambrosio - 09/03/2013

    O ACORDAR JÁ É MARAVILHOSO,VER O QUE ESTÁ AO NOSSO REDOR;SEM EXPLICAÇÃO.BETO COLOMBO VC É D++++++++++++

  • Jô Lopes - 09/03/2013

    Boa tarde,querido Beto...!

    É lindo levar-nos a passear.E seus olhos levaram os meus aos passeios dos seus.Quando você pontuou cada beleza vista pelos seus olhos,eu também de certa forma as vi...Sempre que tenho uma oportunidade,levo para passear:meus 5 sentidos e isto reabastece minhas energias e motivações para viver...

  • Tiago Duminelli - 08/03/2013

    Sem palavras, consiguir ver e sentir o universo é algo simplesmente magnifico e para mim o melhor momento para isso é o amanhecer.

  • rosana - 08/03/2013

    lindo demais!!!!!!

Deixe um comentário

Anjo Tintas e Solventes

Beto Colombo ©. Todos os direitos reservados

Desenvolvimento Burn web.studio
Carregando Dados...