Ir direto para o Conteúdo

Beto Colombo

Artigos

Malditos Procedimentos

Deixe um comentário

Ouça o audio deste artigo

Nesse final de semana fui a São Paulo e, sempre que posso, uno o útil ao agradável, ou seja, vou a trabalho durante a semana, neste caso fui visitar a Casa Cor, e aproveito para dar uma esticadinha e assistir pelo menos uma peça de teatro, ir a restaurantes.

Aproveitando nossa estada na capital paulista, minha esposa Albany e eu fomos em uma loja elegante, dessas redes que você encontra em shoppings do mundo todo. Aliás, essa é uma característica do nosso tempo. Entrar num bom Shopping Center em São Paulo ou outra grande cidade do Brasil, na Argentina, Nova York ou em qualquer  lugar do planeta e todas elas são muito parecidas.

Voltemos às compras. 

Minha companheira gostou de um casaco sobretudo. Exatamente no seu manequim só existia uma peça que estava na vitrine. Porém, o procedimento da administração da loja não permitia mudar a vitrine antes de 45 dias. 

- “Nenhuma peça poderá ser tirada ou colocada”, disse-nos a gerente sem argumentar, depois de eu passar por duas atendentes, até chegar a ela incrédulo. 

Seguimos nosso périplo pelo shopping meio sem entender o que havia ocorrido. Depois entramos numa loja de decoração e nos encantamos com um objeto. 

– “Gostamos desse, vamos levar, qual o desconto para pagamento à vista?”, perguntei.

 - “O preço é o mesmo, podemos dividir em até 5 vezes no cartão”, disse-nos a vendedora.

– “Quem sabe vocês me dão o desconto do cartão e nós pagaremos em espécie?”. Argumentou a Albany, minha companheira. 

– “Não é possível senhora, o procedimento não permite”. 

Que coisa não? Maldito procedimento.

Reservamos o hotel, um bom hotel de uma rede famosa. Nossa surpresa foi descobrir que a diária com o café incluso custava 50,00 reais a mais, porém se nós quiséssemos poderíamos tomar o mesmo café da manhã do hotel, tudo igual, por 15,00 reais por pessoa. Se o tio Ivo ouvisse isso, ele diria: Pensam que somos burros.

A explicação do atendente foi simples:

– “Nossos procedimentos não permitem fugir as regras”. 

- “Malditas regras. Malditos procedimentos que fazem pouco caso de nossa inteligência”! Exclamei com indignação.

Para protestar e para encerrar a prosa, nem o casaco, nem o objeto de decoração nós compramos. E o café? Simples: pagamos os R$ 15,00 a parte ao invés do R$ 50,00.

Eles podem seguir o maldito procedimento, mas nós podemos sim nos rebelar e não aceitar.

É assim como o mundo me parece hoje. E você, concorda com os malditos procedimentos?

Beto Colombo
Voltar para Café com Mistura

Deixe um comentário

Anjo Tintas e Solventes

Beto Colombo ©. Todos os direitos reservados

Desenvolvimento Burn web.studio
Carregando Dados...