Ir direto para o Conteúdo

Beto Colombo

Artigos

Medo da Própria Sombra

Deixe um comentário

Ouça o audio deste artigo

Querido leitor, que você esteja bem. Hoje vamos nos aprofundar num tema bem interessante: medo da própria sombra.

Tenho ouvido queixas de alguns colegas empresários, de o quanto “está difícil encontrar novos executivos nos dias de hoje, pessoas empreendedoras, desafiadoras, corajosas, que gostem do desconhecido, gostem de tomar decisões, de assumir riscos. No entanto, encontramos muitos bons executivos que têm medo da própria sombra”.  Medo da própria sombra!

Conta a história que por volta de 340 a.C. Filoneico quis vender um lindo cavalo, embora fogoso, para o Filipe II, Rei da Macedônia. O rei, furioso, perguntou-lhe: “Para que serve um cavalo se nenhum homem pode ficar em cima dele?” Foi quando Alexandre, seu filho, disse: “Eu posso, pai.” 

Irritado e desafiado perante a multidão pela mania de grandeza de seu filho de 15 anos respondeu: “Se você conseguir o que nenhum homem consegue, compro o cavalo de qualquer modo para você, porém, se cair, terá que pagar o cavalo”.

Alexandre aproximou-se do cavalo e percebeu que o animal estava se assustando com a própria sombra. Então, colocou-o de frente para o sol para projetar a sombra para trás. Em seguida, Alexandre o montou, cavalgando sempre em linha reta, sob os aplausos da platéia. 

A partir daquele dia, o cavalo passou a ser de Alexandre, que lhe deu o nome de Bucéfalo. O animal tornou-se seu companheiro de muitas batalhas e acabou morrendo numa delas, na Índia. Em sua homenagem, Alexandre fundou a cidade de Bucéfala.

Em português, bucéfalo significa cavalo fogoso ou sujeito imbecil, em alusão ao comportamento de um animal que se assusta com a própria sombra. 

Fala-se que essa nova geração é vítima de uma educação que está formando cidadãos e cidadãs para serem apenas comandados, que não gostam de empreender, que não gostam de desafios, de assumir riscos, que se assustam com a própria sombra.

Não acredito nisso. Acredito que precisamos virar para o sol e deixar a sombra para trás porque, para alcançarmos o sucesso na carreira, precisamos perder o medo de tomar decisões, de assumir riscos, de subir nos bucéfalos da vida.

Mesmo que para isso tenhamos que cair algumas vezes da sela e, então, transformarmo-nos de filho de Filipe II , Rei da Macedônia, em Alexandre, o Grande.

É assim como o mundo me parece hoje. E você, o que pensa sobre medo da própria sombra?
______________________________________________________
Artigo veiculado na Rádio Som Maior Premium no dia 01/12/2011 e publicado no Jornal A Tribuna no dia 02/12/2011

Voltar para Café com Mistura

2 Comentários para "Medo da Própria Sombra"

  • Junior - 01/12/2011

    Amigo Beto,
    Muito inspirador esse artigo. Fico feliz em ver os campos que você anda semeando e saudoso do pouco tempo que convivemos.
    Bom ter descoberto esse site.
    Grande Abraço
    Junior

  • Paulo Donadio - 01/12/2011

    Essa reflexao,mostra que todo ser humano é capaz de superar-se, basta ter coragem e assumir, como voce relatou, riscos e nao ter medo de errar.
    Mas infelizmente nem todos tem a percepcao de buscar dentro de si o que tem de mais precioso.....a inteligencia e poder do seu proprio "EU", que Cristo sempre disse aos seus apostolos.......tenham FE, que voces podem fazer muito mais do que EU.....
    É assim que vejo minha vida pessoal e profissional.......sempre com desafios!!!!!
    Otimo dia e uma excelente semana!!!!!

Deixe um comentário

Anjo Tintas e Solventes

Beto Colombo ©. Todos os direitos reservados

Desenvolvimento Burn web.studio
Carregando Dados...