Ir direto para o Conteúdo

Beto Colombo

Artigos

Muito Além do Lucro

Deixe um comentário
Sou filho de agricultor e meu pai, Elias Colombo, também trabalhava em minas de carvão em Criciúma. Várias são as lembranças da minha infância, mas uma delas me inspirou a implantar uma ideia em nossa empresa, quando eu já era adulto. E o aprimoramento dessa ideia é hoje um projeto referência para muitas empresas em todo o Brasil.

Muitas vezes, quando criança, ouvia meu pai dizer quando chegava do trabalho que havia tirado dois vagonetes acima da tabela.

Eu não sabia o que aquilo significava, mas sentia em sua forma de falar que tirar a tabela era algo positivo e importante para ele. Mas ir além era muito mais. Fiquei com aquele comentário em minha mente.

Quando ele não estava na mina, estava trabalhando na plantação e sempre nos levava junto para ajudar. Na roça, ele determinava uma tarefa para cada filho, que era, por exemplo, carpir uma fila da plantação de milho. E quem terminasse, podia ir brincar. Cresci nesse ambiente e achava tudo natural; assim foi até meus 15 anos.

Então comecei a trabalhar no meu primeiro emprego formal. Era descarregador de cimento em uma empresa atacadista. As carretas chegavam e eu descarregava junto com os chapas, mas eu tinha salário fixo porque também fazia a separação das mercadorias, enquanto os chapas ganhavam por carreta descarregada.

Como eu não gostava de ter salário fixo, resolvi mudar de emprego. Comecei a trabalhar no estoque em uma loja de calçados. Ali descobri que os vendedores tinham um salário fixo igual ao meu e uma meta de vendas para cumprir, se cumpriam ganhavam comissão. Então comecei a querer ser vendedor e mudei meu comportamento para conquistar a vaga de balconista até atingir o meu objetivo. Em pouco tempo, tornei-me um dos melhores vendedores da empresa.

O que me motivava a vender mais era o salário variável, além da competição, já que uma tabela na parede mostrava os melhores de cada mês, e eu não me conformava se não estivesse no topo da lista. 

Veio novamente a inquietação, a vontade de mudar, de crescer. Então comecei a trabalhar na compensação de um banco; trabalhava compensando cheques e tinha salário fixo. Passava o dia somando aqueles documentos, baixava a cabeça para trabalhar e só levantava para fazer refeições rápidas. Posso garantir que foram os piores e mais longos meses da minha vida profissional; não consegui ficar mais do que 90 dias ali. 

Então, desisti de ser bancário e fui procurar algo relacionado a vendas. Queria um trabalho no qual minha renda estivesse vinculada ao meu desempenho e à minha produtividade.

Não procurei muito. Encontrei em uma concessionária de peças, onde me esforcei para ser vendedor externo e comissionado. Minha responsabilidade era vender peças em oficinas e lojas pequenas em cidades vizinhas de Criciúma. Acordava cedo e já tinha definido o roteiro do dia. Nesse emprego, eu tinha um salário fixo baixo e ganhava uma comissão sobre o que vendia.

Meu esforço deu um retorno maior do que eu esperava, porque uma loja de tintas que se encantou com meu trabalho procurou-me para ser vendedor. Decidi trocar a concessionária e comecei a vender tintas. Os clientes eram os mesmos, a única diferença era que, na loja de tintas, eu tinha a região livre, um mundo de opções. E o principal, meu ganho era 100% variável. Foi um período de vacas gordas.

Durante toda essa minha existência, desde criança, aprendi que se nos dedicamos, temos uma boa recompensa. E trouxe isso para minha vida profissional, conquistando espaço no mercado.

Trabalhei dois anos na loja de tintas e, em 1986 tomei uma decisão importante e que mudou todo o rumo de minha vida: fundei a Anjo Química do Brasil. 

Tinha 23 anos. E já não era mais eu, mas uma somatória das diversas culturas das empresas em que trabalhei e, principalmente, dos ensinamentos de meu pai.

Quase 25 anos depois, conto no livro como um plano de participação pode transformar você e sua empresa, a experiência da participação nos resultados em nossa empresa, partindo de como tudo começou até chegar a uma proposta considerada ideal e de sucesso, onde os valores recebidos pelos profissionais estão em harmonia com o resultado da empresa. 

O livro Muito Além do Lucro mostra, de forma simples e direta, dos sustos no meio do caminho, mostra de que forma os profissionais são envolvidos no plano de participação nos resultados (PPR), destaca a importância na comunicação, descreve os fatores de sucesso do plano, entre outras informações. O muito além é como nosso PPR tornou-se uma escola de líderes e ampliação de uma visão sistêmica da empresa. Hoje temos mais de 300 profissionais pensando a empresa diariamente, cada um se questionando como podemos fazer melhor o que fazemos.

Lembrando que esta é somente a experiência da Anjo, mas que provavelmente pode ser aplicável em muitas empresas. Para nós deu e está dando certo, por isso, recomendo que seja considerado o que cada leitor achar relevante aplicável no seu negócio, o restante fica para a história dar seu veredicto.

Estamos juntos!
Beto Colombo
______________________________________________________________________________________________________
Artigo publicado no Jornal A Tribuna no dia 21/10/2010.
Voltar para artigos

3 Comentários para "Muito Além do Lucro"

  • marcio - 06/03/2012

    já leio os seus comentarios em sites e no jornal a muito tempo, com certeza a sua trajetoria mostra que quando juntamos trabalho, determinacao e parceria, (quer com funcionarios, fornecedores, etc), podemos esperar o resultado que tanto aumejamos: satisfacao.
    parabens pela iniciativa.

  • Gilmar Cechet - 04/06/2011

    Parabéns Beto, sua vida é cheia de bons exemplos, isso que só o conheço lendo e ouvindo seus pontos de vista.
    Ah! se tivéssemos a sorte de ter bons empresários iguais a você na vida pública.

  • Marcos Cadorin - 14/03/2011

    "Muito Além do Lucro", no meu entendimento destaca o valor de estabelecermos o desafio junto com a oportunidade da evolução e do crescimento pessoal e profissional. Li coisas óbvia porém de uma importância sublime para o meu dia a dia.

Deixe um comentário

Anjo Tintas e Solventes

Beto Colombo ©. Todos os direitos reservados

Desenvolvimento Burn web.studio
Carregando Dados...