Ir direto para o Conteúdo

Beto Colombo

Artigos

Ouvir os mais Velhos

Deixe um comentário

Ouça o audio deste artigo

Querido leitor, que você esteja em paz! Hoje nosso tema é a sabedoria dos mais velhos.

O livro do Eclesiástico nos aconselha a frequentar as reuniões dos anciãos e a nos basearmos aos sábios. “Se você encontrar um homem sábio, madrugue para visitá-lo, e que seu pé gaste a soleira da sua porta” (Ecle, 6:36).

Desde minha infância, juventude e principalmente agora, procuro cercar-me de pessoas mais velhas do que eu. Aprendi e aprendo muito com os seus ensinamentos. Elas ajudaram no meu crescimento como cidadão de bem e, sempre que posso, converso também com empresários mais velhos.

Na Segunda Guerra Mundial houve um fenômeno não explicado na época: quando os navios afundaram no gélido Mar do Norte, um grande número de marinheiros morreu antes que o resgate chegasse. Porém, uma coisa estranha é que os sobreviventes eram quase todos pessoas mais velhas, com mais de 40 anos. Os mais jovens, aparentemente mais resistentes e em melhor forma física, pereciam em maior número. Mais tarde, veio o resultado do estudo: os mais velhos sobreviveram por já terem passado por outras provações e sofrimentos tão densos quanto aqueles.

Talvez seja por esse motivo, conjugado aos escândalos das más gestões da década de 90 por jovens executivos, que os americanos estejam dando preferência à contratação de executivos acima de 50 anos.

Peter Drucker, conhecido como o pai da Administração Moderna, apesar de ter falecido com 95 anos, era o mais respeitado administrador do mundo até o fim de sua vida, em função da sabedoria adquirida no curso do tempo, não apenas com as próprias experiências, mas também por manter um aprendizado contínuo. Nunca parou de estudar, ler e filosofar.

Esse e outros exemplos confirmam minha linha de raciocínio: na liderança de uma organização é preciso criar um equilíbrio entre juventude e velhice, entre o novo e o velho, entre a informação e a sabedoria, entre audácia e maturidade. Se você está com dificuldade na empresa, na sua casa, experimente conversar com pessoas que tenham maior vivência no assunto e, quando você se encontrar com alguém assim, com esse sábio ou sábia, aceite o conselho do livro do Eclesiástico: “Gaste a soleira da porta dela”.

Talvez a sabedoria consiste em perceber o sentido da vida, captá-la por meio da experiência da geração presente e da tradição dos antepassados. Muitas coisas podem evoluir, porém, muito já foi inventado. Então, vamos tirar proveito disso ouvindo aqueles que já viveram mais. Para que reinventar a roda?

Há tantos sábios querendo falar e poucos são os jovens que têm paciência e sabedoria para ouvi-los. Precisamos ouvi-los. Vale a pena.

É assim como o mundo me parece hoje. E você, o que pensa sobre a sabedoria dos mais velhos?
______________________________________________________
Artigo veiculado na Rádio Som Maior Premium no dia 21/12/2011 e publicado no Jornal A Tribuna no dia 22/12/2011.
Leia novos artigos nesse espaço a partir de março de 2012.

Voltar para Café com Mistura

Deixe um comentário

Anjo Tintas e Solventes

Beto Colombo ©. Todos os direitos reservados

Desenvolvimento Burn web.studio
Carregando Dados...