Ir direto para o Conteúdo

Beto Colombo

Artigos

Sucessão

Querido leitor, que você esteja em paz! As boas escolas de Administração ensinam que o primeiro dever do administrador competente é treinar e preparar seu sucessor, ou seja, o bom líder é aquele que deixa, no mínimo, outra pessoa para assumir o seu lugar. O que tenho visto em minhas consultorias é que na prática isso não tem acontecido e está causando uma série de consequências para as empresas e também para a pessoa que não prepara o seu sucessor. 

Essa fala inicial me remete em pensamentos para um local próximo às minas de carvão onde passei minha infância e adolescência. Naquela realidade, um dos conselhos dados aos mineiros no primeiro dia de trabalho era o seguinte: não ensine nada a ninguém do que tu sabes, senão eles te põem na rua, agindo assim, praticamente todos os mineiros se aposentavam. 

Refletindo melhor ainda nos dias de hoje, avalio esse como um péssimo conselho que um jovem funcionário pode receber no primeiro dia de trabalho, pois o natural é que todos mudem, de uma forma ou de outra, as funções que desempenham. É possível que alguns possam ser promovidos, contrato rompido ou transferidos para outras empresas, e até mesmo aposentar-se. O fato é que poucos gerentes cuidam dos preparativos necessários para enfrentar qualquer uma dessas eventualidades na substituição das pessoas. 

Na verdade, falar sobre um futuro em que aquele que hoje ocupa determinado cargo não o ocupará mais é quase um tabu. É como a morte. Todos sabemos que um dia vamos passar ou morrer, como queira, mas quase ninguém gosta de falar a respeito do assunto. Isso não é intrigante? Afinal, nada é para sempre e tudo passa, as pessoas, os cargos, enfim, tudo passa. 

Ainda vejo muitos executivos se iludindo, apegando-se a uma imortalidade que não existe. Esse, para mim, é um dos seus maiores erros. É sempre prudente e responsável que nos perguntemos: se eu morrer amanhã, como fica o futuro de minha empresa? Revolucionário é aquele que enfrenta a realidade, por isso, sejamos sensatos, enfrentemos a realidade: mais cedo ou mais tarde deixaremos a posição que temos hoje. 

Encarando tudo como um grande aprendizado e que haverá a passagem no movimento terno da vida, mister se faz discutir isso com todo o seu pessoal e traçar um bom plano para quando isso acontecer. Existem várias formas. Uma delas é planejar a sua sucessão, pois é importante para o futuro da empresa que ela seja feita de maneira ordenada e planejada. 

Já pensou no que seria da Igreja se Jesus não tivesse discutido com os mais próximos, abertamente, sobre a situação que enfrentaria e não tivesse preparado seu sucessor? Só depois disso é que os discípulos se saíram muito bem, depois que Ele partiu, levando em frente o Seu programa e com um êxito maior do que jamais poderiam imaginar. 

Portanto, hoje a reflexão é sobre preparar seu sucessor. Acredito que sua empresa e seus colaboradores merecem isso. 

É assim como o mundo me parece hoje. E você, o que pensa sobre sucessão? 
_________________________________________________
Artigo veiculado na Rádio Som Maior FM no dia 03/05/2012 e no Jornal A Tribuna no dia 04/05/2012.

Voltar para Café com Mistura

2 Comentários para "Sucessão"

  • angela alves sá pereira - 03/05/2012

    o que me chamou atenção do artigo foi o tema:"como o mundo me parece", pois este é um dos tópicos que estudamos na filosofia clínica, pensei que quem tava escrevendo era o meu professor de especialização, Lúcio Parkter, mas logo percebi que não era ele, mas continuei, pois sou líder em escola, igreja e me interesso muito sobre esse tema de liderança. E neste próximo ano pretendo deixar a liderança no ministério que estou exercendo atualmente e foi muito proveitosa a leitura, obrigada. Angela

  • Maria Zelia Cavalcante de OLiveira - 03/05/2012

    Muito bom este artigo! A visão de mundo para algumas pessoas sempre foi e será diferente. Cada ser humano ver o mundo,de acordo com as suas circunstâncias vivenciadas, ou fundamentada em alguns agendamentos da infância, da adolescência, da juventude e da vida adulta. Particularmente para que eu possa compreender o outro, preciso refletir sobre a sua "visão de mundo"....

Deixe um comentário

Anjo Tintas e Solventes

Beto Colombo ©. Todos os direitos reservados

Desenvolvimento Burn web.studio
Carregando Dados...